Vice-presidência de Laboratórios da Abrac articula criação de linha de financiamento para laboratórios acreditados pela Cgcre do Inmetro

No mês de abril, a Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac) participou da Agenda Positiva com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), onde foram abordados diversos temas de interesse do segmento.

Na oportunidade, os vice-presidentes de Laboratórios da entidade, Darlan Dallacosta e Israel Teixeira abordaram dois temas, um deles foi a criação de linha de financiamento para laboratórios acreditados pela Coordenação Geral de Acreditação (Cgcre) do Inmetro.

Segundo Teixeira, a ideia de apresentar ao Inmetro a proposta sobre a criação de linha de financiamento foi a de levar temas estratégicos para o segmento. “Nos reunimos e escolhemos essas duas pautas: linha de financiamento para laboratórios acreditados pela Cgcre do Inmetro e facilitação de entrada de amostras no Brasil. Os dois assuntos impactam muito os laboratórios do País, e a ação é benéfica para associados e não associados da Abrac”.

“Muitas vezes as empresas do Brasil falam que não existe infraestrutura laboratorial no País e que precisam fazer ensaios fora, mas a questão é que é necessário um investimento alto para que os laboratórios possam atender a avaliação da conformidade. Se estamos falando de uma infraestrutura de qualidade para o País, obrigatoriamente temos que falar em infraestrutura laboratorial. Diante desse cenário, entendemos que linha de financiamento para laboratório é estratégico”, acrescentou Teixeira.

Dallacosta destacou que as duas propostas – linha de financiamento para laboratórios acreditados pela Cgcre do Inmetro e facilitação de entrada de amostras no Brasil – estão estrategicamente alinhadas, pois os laboratórios instalados no Brasil hoje possuem uma excelente competitividade, padrão de qualidade comparável com os demais laboratórios do mundo e possuem reconhecimento mútuo a partir das acreditações. “Ou seja, aquilo que nós conseguimos fazer, fazemos muito bem. Porém, não podemos ficar para trás. Somos competitivos e precisamos evoluir para nos tornarmos atrativos para clientes de outros países”.

“Dessa maneira, as duas propostas são muito conectadas porque uma visa encontrar forma de melhorar o processo de admissão de amostras, mas ao mesmo tempo a gente busca linhas de financiamento para que os laboratórios possam se estabelecer e possam melhorar a sua infraestrutura. Com as duas estratégias conseguiremos melhorar todo o ecossistema de laboratórios e de avaliação da conformidade do País”, pontuou.

Sobre a aceitação do tema durante a Agenda Positiva com o Inmetro, Israel Teixeira destacou que o presidente do Instituto, Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior ficou muito engajado. “Ele entendeu que os laboratórios são fundamentais para a infraestrutura da qualidade (importante plataforma do Instituto)”.

Para subsidiar tecnicamente suas demandas, a Abrac realizou uma pesquisa entre todos os laboratórios acreditados que tinham contato disponível no site do Inmetro, e que resultou em um total de 1.246 participantes.

“Levantamos alguns dados econômicos e também informações para apresentar a viabilidade das linhas que estamos propondo. Ou seja, além de compartilhar com o Inmetro as nossas propostas, também vamos compartilhar dados setoriais”, explicou Dallacosta.

Sobre o andamento da proposta da criação de linha de financiamento, após quatro meses de articulações, os vice-presidentes de Laboratórios da Associação destacaram que já ocorreram algumas reuniões envolvendo outras entidades.

“Sobre os próximos passos, a Abrac enxerga que ocorrerá uma movimentação entre Inmetro, Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) e o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social)”, declararam Darlan Dallacosta e Israel Teixeira.

Facilitação de entrada de amostras no Brasil

Na Agenda Positiva com o Inmetro, outro tema abordado pelos vice-presidentes de Laboratórios da Abrac foi a facilitação de entrada de amostras no Brasil. Não perca, na próxima semana divulgaremos matéria sobre o assunto.

Fonte: Assessoria de imprensa da Abrac