Rima Yehia é a nova vice-presidente de Inspeções da Abrac

Vice-presidência de Inspeções da Associação é composta por integrantes do BVQI, Intertek e IPT

Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac) conta com uma nova vice-presidente de Inspeções, Rima Yehia. A gerente da Coordenadoria de Apoio aos Negócios, Projetos e Gestão da Qualidade do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) do Estado de São Paulo atuará junto aos outros dois vice-presidentes da área: Andre Hernandes (BVQI) e Hélio Simões (Intertek).

Com exclusividade, a Abrac entrevistou a nova vice-presidente, que comentou sobre as suas expectativas, o segmento de inspeções, e a importância da entidade, onde aproveitou para ressaltar o mérito do superintendente, Masao Ito.

Leia a entrevista na íntegra.

Abrac – Quais são as suas expectativas de fazer parte da vice-presidência de Inspeções da Associação?

Rima Yehia – A resposta oficial é contribuir com o fortalecimento desse programa. Recebi o convite do superintendente, Masao Ito. Conheço ele desde que era presidente do Inmetro, e é uma referência para mim.

Abrac – Como avalia a importância da inspeção para a sociedade?

Rima Yehia – Estamos falando de um programa novo, que visa diminuir o risco, proporcionar maior confiabilidade e segurança nos empreendimentos, também mais austeridade nos custos de construção de projetos e desenvolvimento de um empreendimento de infraestrutura. Aposto na força do programa, no sentido de agregar maior confiabilidade a esses projetos e obras, que a gente sabe que isso é uma carência no País. Isso tem muito ainda a crescer e desenvolver. Vários setores dependem dessa infraestrutura, então a gente aposta no potencial desse programa de Inspeções.

Abrac – Qual a importância da Abrac para contribuir com todos esses projetos?

Rima Yehia – A Abrac tem um papel chave, porque consegue congregar todos os organismos. Felizmente hoje, todos os organismos de inspeção de empreendimentos de infraestrutura são associados à Abrac, então a gente busca harmonizar as práticas, o entendimento dos requisitos normativos e regulamentares. Isso é uma ação muito importante dentro da Associação e também faz a interlocução com os agentes externos, que também são importantes nesse processo, como o Inmetro e outros órgãos de controle que poderiam se beneficiar de uma inspeção acreditada. A Abrac é como se fosse um maestro da orquestra, que corresponde a esse programa.

Abrac – Gostaria de destacar algum ponto importante?

Rima Yehia – Gostaria de enfatizar o desempenho do Masao. É uma pessoa chave nesse processo e a alma desse programa. Acredito que a Abrac deve muito a ele pela forma que conduz esses trabalhos.

Fonte: Assessoria de imprensa da Abrac