Primeiro Laboratório de Infraestrutura da Qualidade no Brasil é inaugurado em Foz do Iguaçu (PR)

Nesta terça-feira (30.11), foi inaugurado o primeiro Laboratório de Infraestrutura da Qualidade no Brasil do Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), em Foz do Iguaçu (PR). Representando a Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac), estiveram presentes o superintendente, Masao Ito; o vice-presidente de Produtos, Alexandre Xavier; o vice-presidente de Laboratórios, Israel Teixeira; e o conselheiro, Kim Rieffel.

O projeto é uma parceria entre a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), a Abrac, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e o Parque Tecnológico Itaipu. No local, empresas que estão desenvolvendo soluções para cidades inteligentes terão acesso direto aos profissionais das instituições parceiras, que poderão orientar e trabalhar conjuntamente em questões relacionadas à metrologia, às normas técnicas e à avaliação da conformidade.

Na ocasião, foram convidados para compor o palco o vice-presidente de Produtos da Abrac, Alexandre Xavier, que representou o presidente da entidade, Synésio Batista da Costa; o diretor superintendente do PTI-BR, general Eduardo Garrido; o presidente do Inmetro, Marcos Heleno Guerson Júnior; o presidente da ABNT, Mário William Esper; e o secretário de Turismo de Foz do Iguaçu, Paulo Angeli.

PTI

Garrido iniciou sua apresentação falando sobre a parceria com a Prefeitura. “Começo ressaltando a parceria que existe ente a Fundação PTI e a nossa Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, pois tem sido muito importante nesse momento em que a nossa Fundação se volta para o mercado”, iniciou Garrido.

Segundo ele, o Projeto de Cidades Inteligentes, o espaço Sandbox, só existe porque há apoio do Poder Público. “A Prefeitura que definiu, por meio de um decreto, uma área Sandbox, local de experimentação”, acrescentou.

O diretor superintendente destacou que dentro do Projeto, o PTI procurou o Inmetro e, a partir de então, a parceria foi iniciada também com a ABNT e com a Abrac, para que as tecnologias testadas e experimentadas fossem validadas e certificadas.

ABNT

Na sequência, o presidente da ABNT destacou ser uma honra pessoal e para a entidade fazer parte da inauguração do Laboratório de Infraestrutura da Qualidade do Parque Tecnológico de Itaipu.

“O compromisso que firmamos hoje é um grande passo para que a sociedade brasileira tenha acesso a uma vida com mais qualidade, acessibilidade e sustentabilidade à luz dos mais recentes avanços da tecnologia”, comentou Esper.

De acordo com ele, cidades inteligentes proporcionam resultados de sustentabilidade social, econômica e ambiental e responde aos mais diversos desafios por meio de tecnologias modernas, fornecendo melhores serviços.

“Vale reforçar que as normas se alinham aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, estabelecido em 2015 pela Organização das Nações Unidas. O Laboratório de Infraestrutura da Qualidade será um estímulo ao intercâmbio de saberes das instituições envolvidas”, comentou o presidente da ABNT.

ABRAC

Em sua fala, o vice-presidente de Produtos da Abrac destacou a importância do lançamento do Laboratório. “É uma enorme satisfação estar aqui participando do lançamento do Laboratório de Infraestrutura da Qualidade, porque faz parte de um contexto muito mais amplo de transformação que o nosso País vem passando. A região, o País, o mundo, veem enfrentando diversos desafios, talvez numa velocidade nunca imaginada em relação a grandes tendências que afetam todo o nosso dia a dia”, iniciou Xavier, ressaltando as questões ligadas a sustentabilidade, como ambiental, sociais, e questões que envolvem a transformação digital e a indústria 4.0.

“Esse Laboratório de Infraestrutura da Qualidade é uma maneira diferente de pensar em laboratório. Uma maneira diferente de pensar os enormes desafios que enfrentamos nos dias atuais. Desafios esses que, sem nem uma sombra de dúvida e cada um de nós percebemos no nosso dia a dia, foram acelerados por conta da crise sanitária que nós vivemos desde o ano passado”, acrescentou.

Segundo o vice-presidente de Produtos da Abrac, o Laboratório contará com um grupo estruturado com a lógica da Infraestrutura da Qualidade, que está trabalhando junto com o Modelo Regulatório do Inmetro, com o desenvolvimento de uma Política Nacional de Infraestrutura da Qualidade e com estrutura de laboratório local, que poderá pensar em todos os desafios, independente das possibilidades que já existem. 

Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu

“Tive uma reunião com o prefeito hoje de manhã, onde ele me pediu para deixar muito claro o reconhecimento da importância da implementação desse laboratório na nossa cidade”, iniciou o secretário de Turismo de Foz do Iguaçu, Paulo Angeli. 

Ele acredita que a inauguração é um momento ímpar para Foz do Iguaçu. “Nesse último ano, na área de inovação e infraestrutura, nós só recebemos boas notícias. A nossa cidade hoje é a cidade que mais recebe investimentos federais para infraestrutura. Somos a cidade que mais gera energia renovável no mundo. Somos um dos grandes ícones do turismo nacional. Temos três pontes internacionais. Somos o maior porto logístico da América Latina. Além de tantos outros superlativos”, acrescentou.

De acordo com ele, o Projeto Sandbox (Vila A Inteligente) está sendo copiado por muitas cidades no Brasil, e é um motivo de orgulho. 

Inmetro

O presidente do Inmetro, Marcos Heleno Guerson Júnior, também falou durante a cerimônia. “Estamos vivendo hoje um momento de intensa inovação com a particularidade da Indústria 4.0 onde a inovação se transmite com muita rapidez com base, principalmente, na tecnologia da informação e a infraestrutura que temos hoje e com o 5G isso vai ficar ainda mais premente. Muitas empresas que têm produtos inovadores nos procuravam com um produto pronto e queriam uma certificação do Inmetro”, comentou o presidente.

Segundo Guerson, já estava na mente da autarquia ter como missão a promoção das soluções de Infraestrutura da Qualidade. “O passo mais natural foi chamar a ABNT e Abrac, que são junto conosco a espinha dorsal desse sistema para que nós pudéssemos trabalhar em conjunto. Imediatamente as entidades toparam. Então vamos montar o primeiro Laboratório de Infraestrutura da Qualidade do Brasil e quem sabe do mundo”, acrescentou.

O presidente destacou que a experiência do Laboratório de Infraestrutura da Qualidade vai permitir expandir o modelo. “Foz do Iguaçu será uma referência nesse modelo que está sendo expandido para as outras prefeituras”. 

Na sequência, o gerente de projetos do Inmetro, Marcos Aurélio Lima de Oliveira, realizou a palestra do evento sobre como a Infraestrutura da Qualidade pode prover soluções para o setor produtivo e valor para a sociedade, no contexto de cidades inteligentes.

Durante a apresentação, o gerente destacou o desafio de segurança em um cenário de profusão de novas tecnologias e de alta conectividade e o papel da Infraestrutura da Qualidade neste processo. 

“Onde está a Infraestrutura da Qualidade quando a gente fala de cidades inteligentes? Está no centro. É um aglutinador para buscar credibilidade para as tecnologias que serão desenvolvidas. E nós vamos usar o ambiente Sandbox para desenvolver metodologias para isso”, comentou Oliveira.

Laboratório de Infraestrutura da Qualidade

Antes de finalizar o evento, o analista de negócios do PTI-BR, Rafael Campos, fez uma breve apresentação virtual do Laboratório de Infraestrutura da Qualidade.

Na sequência, as autoridades foram convidadas a retornarem ao palco para realizar o descerramento da placa de inauguração do Laboratório e para assinar o termo de cooperação técnica. Assinaram o documento pela Abrac, o vice-presidente de Produtos, Alexandre Xavier, e o vice-presidente de Laboratórios, Israel Teixeira, representando o presidente Synésio Batista da Costa.

Clique aqui e assista ao evento completo.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Abrac