“A Avaliação da Conformidade é ferramenta fundamental dentro dos instrumentos de Tecnologia Industrial Básica”

Em entrevista à Abrac, presidente da SBM, Américo Tristão Bernardes, destaca a importância da certificação e o fortalecimento da metrologia brasileira, em sintonia com tendências internacionais

WhatsApp Image 2020 11 03 at 11.36.11

O presidente da Sociedade Brasileira de Metrologia (SBM), Américo Tristão Bernardes, concedeu entrevista exclusiva à Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac) para falar sobre a importância da avaliação da conformidade, modelo regulatório do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), e o trabalho da entidade, que congrega profissionais e organizações envolvidos no desenvolvimento e fortalecimento da metrologia brasileira, em sintonia com modernas práticas e tendências internacionais.

Graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Bernardes também é mestre e doutor em Física pelas Universidade Federal do Rio Grande do Sul e pela Universidade de São Paulo, respectivamente. Além disso, coordena projetos de inclusão digital e de educação a distância, com ênfase no uso de modernas tecnologias de informação e comunicação.

Durante a entrevista, o presidente da SBM comentou sobre a relevância da Abrac, e afirmou que a Associação faz parte de um grupo de instituições que deverá ter papel muito importante no novo modelo regulatório.

“A Abrac tem apoiado a realização de eventos, particularmente do Encontro de Organismos de Avaliação da Conformidade – ENOAC, e atuado em parceria com a SBM na realização de cursos. SBM e Abrac têm atuado em várias frentes, focadas na melhoria dos processos de produção e gestão”, declarou.

Leia a entrevista completa:

Abrac – Qual a importância do papel da Sociedade Brasileira de Metrologia (SBM) para a população?

Américo Tristão Bernardes – A Sociedade Brasileira de Metrologia cumpre essencialmente duplo papel, dentro do conjunto de suas atribuições. É uma sociedade científica e atua para o avanço e disseminação da Metrologia. Organiza eventos e publicações. Mais recentemente, e motivada pela situação sanitária, passou a realizar palestras e seminários virtuais (lives). Também é uma instituição voltada para a formação profissional. Por oferta de processos estruturados de formação: cursos. No nosso país, como já se constatou diversas vezes, há uma deficiência muito grande de conteúdos de metrologia na formação profissional, em praticamente todas as áreas. Assim, cabe à SBM realizar atividades, principalmente cursos, voltados para essa formação e com certificação. Cursos onde há processos estruturados de inscrição, acompanhamento, avaliação e certificação. Assim, reveste-se de grande importância para o desenvolvimento do País, em todas as suas dimensões, a existência da SBM. Não há outra instituição que cumpra esse duplo papel.

Abrac – Quais as principais funções da SBM?

Américo Tristão Bernardes – As funções são decorrência dessas atribuições. Vão da organização de eventos, sejam os mais gerais, como o Congresso Brasileiro de Metrologia, passando por eventos setoriais, em áreas de metrologia ou áreas conexas, como Acreditação. Eventos voltados para um público amplo, desde pesquisadores a técnicos e profissionais que atuam diretamente no setor produtivo. Aliás, deve-se ressaltar que essa característica de diversidade na participação em eventos reforça essa tipicidade da SBM. Também edita material (livros e brochuras), bem como faz a gestão do Repositório Institucional de Metrologia, atualmente o único repositório no Brasil voltado para conteúdos de Metrologia e áreas afins. E oferta cursos voltados para públicos com formação diversa, desde cursos de formação específica, de curta duração, voltados para aperfeiçoamento ou conhecimento introdutório, até cursos de pós-graduação. Neste caso, em parceria com a Universidade Católica de Petrópolis. Há que se ressaltar o papel importante que temos em formar parcerias com outras instituições, como Abrac, Rede Metrológica do Estado de São Paulo (Remesp), Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), entre outras.

Abrac – Como avalia a importância da avaliação da conformidade?

Américo Tristão Bernardes – Como se afirma dentro da área, devemos saber definir o que queremos e ter condições de verificar se temos o que definimos. A Avaliação da Conformidade é ferramenta fundamental dentro dos instrumentos de Tecnologia Industrial Básica. A integração com as demais ferramentas, em particular com a Metrologia e a Normalização, cria as condições para a Inovação. Ou seja, a Avaliação da Conformidade não só é garantia para a sociedade sobre o que se apresenta, como é base para a evolução de processos e produtos, sejam inovações incrementais ou disruptivas.

Abrac – O que será alterado na metrologia após a modificação do modelo regulatório proposto pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e qual será o impacto para a SBM?

Américo Tristão Bernardes – Alguns elementos básicos não se alteram. Particularmente no que diz respeito à Metrologia Científica. A guarda e realização de padrões primários, bem como a criação de novos métodos de medição ou realização de processos que impactam em incertezas cada vez menores continuarão como tarefa precípua do Inmetro. A SBM já tem apoiado o Inmetro no aprofundamento desses métodos e ensaios, por meio dos eventos que falamos. Do ponto de vista do novo modelo regulatório, entendemos que a SBM poderá contribuir com a formação de pessoal para ações de verificação ou mesmo fiscalização. A entrada de parceiros privados ou organizações da sociedade civil revestirá as ações de fiscalização e verificação de novos contornos. Não serão mais necessariamente as típicas organizações de Estado que se incumbirão exclusivamente dessas tarefas e de outras inerentes a elas. E para que esse modelo funcione a contento, é fundamental a ação de instituições – como a SBM – que se incumbam de processos de formação e capacitação. Sabemos que há um déficit enorme de pessoal qualificado para exercer as atividades supramencionadas. Muito esforço tem sido feito pelo Inmetro e por órgãos delegados para a formação desses quadros, mas ainda estamos longe de atingir quantitativos adequados. Muito esforço deverá ser feito na direção de empregar ferramentas de inteligência artificial e de processamento de grandes quantidades de dados, dentro da concepção de Metrologia 4.0. Mas mesmo assim, acreditamos que a necessidade de formação de pessoas é inescapável. E a SBM, junto a outras instituições, terá um papel essencial nessa ação.

Abrac – Como avalia a importância da Abrac e como funciona a relação com a SBM?

Américo Tristão Bernardes – A Abrac faz parte, a nosso ver, desse grupo de instituições que deverá ter o papel acima mencionado no novo modelo regulatório. Como organização da sociedade civil, tem ação permanente na formação de pessoas e na formulação de propostas de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento industrial. Junto a empresas e o setor produtivo, ajuda e contribui para que melhores práticas sejam implantadas e os processos sejam melhorados. A relação com a SBM tem sido extremamente importante. A Abrac tem apoiado a realização de eventos, particularmente do Encontro de Organismos de Avaliação da Conformidade – ENOAC, e atuado em parceria com a SBM na realização de cursos. SBM e Abrac têm atuado em várias frentes, focadas na melhoria dos processos de produção e gestão.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Abrac