logo-abrac-210x50

Artigo – Empresa certificada para o combate ao Covid-19 e o diferencial no mercado competitivo – Por Synésio Batista da Costa*

O mundo está passando pelo terceiro ano seguido da pandemia causada pela Covid-19 e muitos processos e trabalhos precisaram ser repensados para se adequar ao chamado novo normal. Foram necessárias novas medidas sanitárias e de segurança para que as empresas e os serviços retomassem sua rotina de trabalhos, estudos e entretenimento.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu orientações para todos os países seguirem em locais públicos, como: exibir cartazes promovendo a lavagem das mãos; assegurar que funcionários, colaboradores e clientes tenham acesso a áreas onde possam higienizar as mãos; e até desenvolver um plano de contingência e continuidade das operações da empresa para casos de surto. 

Apesar das orientações da OMS, cabe a cada País optar por atende-las ou também criar as suas próprias regras. No Brasil, cada estado fez adequações, assim como munícipios, que promoveram regulações específicas. Em São Paulo (SP), por exemplo, não é mais necessário o distanciamento de um metro, mas o uso de máscara em ambiente público continua sendo obrigatório.  Já em Diadema (SP), desde 1º de fevereiro deste ano, é obrigatória a apresentação do passaporte de vacina para entrar em estabelecimentos e locais coletivos.

Mas como saber se as exigências propostas estão sendo seguidas? Como oferecer segurança para as pessoas que acostumaram ficar em casa no isolamento social, e fazer com que se sintam confortáveis a frequentar novamente empresas, hotéis, restaurantes, escolas e empresas? 

Por exemplo, em uma viagem de negócios ou até mesmo em um passeio familiar, como o cidadão consegue saber se aquele hotel em que vai se hospedar segue as precauções necessárias e mandatórias para evitar a transmissão da Covid-19? Será que aquele local disponibiliza álcool em gel? Os ambientes são limpos com regularidade? Os funcionários conseguem atender os clientes com distância para evitar o contato?

Essas e muitas outras questões podem ser respondidas com uma certificação, que é o diferencial para as empresas que querem proporcionar segurança e confiança ao seu público. Dessa maneira, as empresas podem assegurar a continuidade das atividades com responsabilidade.

Certificação

A certificação é um mecanismo da avaliação da conformidade, e é em resumo, o meio pelo qual um produto, processo, sistema ou serviço é comparado com um padrão referencial e avaliado.

Desde que as autoridades sanitárias e órgãos governamentais competentes criaram regras de readequação específicas para que cada setor pudesse voltar a funcionar, a certificação auxilia a implantação das mudanças necessárias de forma eficaz e correta para cumprir todas as exigências.

Os Organismos de Certificação, sejam eles acreditados pela Coordenação Geral de Acreditação (Cgcre) do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) ou por algum organismo internacional, disponibilizam soluções para que as empresas sejam avaliadas e comprovem que estão seguindo todas as orientações da OMS, Organização Internacional do Trabalho (OIT) e Ministério da Saúde, bem como a legislação específica definida por cada estado e município.

Por ser uma solução voluntária, ou seja, não obrigatória, cada Organismo de Certificação possui a sua ferramenta, com particularidades e diferenciais, mas todos com o mesmo objetivo: combater a Covid-19.

O processo de avaliação dos ambientes é realizado por uma equipe de auditores da área da saúde, capacitados em averiguar se a gestão da limpeza segue a rigorosa rotina sanitária, conforme critérios de análise utilizados para a empresa obter a certificação e que variam conforme as exigências dos órgãos competentes do ramo de atividade.

Entre os critérios levados em conta, é possível destacar: uso correto dos equipamentos de proteção individual pelos funcionários; garantia que o ambiente de trabalho é bem ventilado, de preferência com ventilação natural; fixação visível de aviso sobre o uso obrigatório de máscara para acesso ao local; disponibilização de álcool em gel; entre outros.

*Synésio Batista da Costa é presidente da Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac).

Sobre a Abrac

Fundada em 2009, a Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac) reúne as empresas responsáveis pela avaliação da conformidade de produtos, sistemas e laboratórios de ensaio e calibração, acreditados pelo Inmetro e designados pela Anatel, que são oferecidos aos cidadãos, trabalhando em sua inspeção e certificação com o objetivo de informar e proteger o consumidor, em particular quanto à saúde, segurança e meio ambiente; propiciar a concorrência justa; estimular a melhoria contínua da qualidade; facilitar o comércio internacional; e fortalecer o mercado interno, atuando em conjunto com os órgãos reguladores das atividades em âmbito nacional.

plugins premium WordPress