Aquecedores de água a gás devem passar por manutenção anual

Tragédias como a que vitimou casal no Rio de Janeiro podem ser evitadas por meio da compra de produtos certificados e com manutenção em dia

Pequenos cuidados com a prevenção na compra e a manutenção anual de rotina em equipamentos a gás podem evitar tragédias como a ocorrida na última terça-feira (22.06), no Rio de Janeiro (RJ), que vitimou um jovem casal em consequência de um vazamento de gás no aquecedor de água do banheiro, conforme aponta a linha de investigação conduzida por policiais da 14ª Delegacia de Polícia do Leblon.

Com regulamentação própria, instituída pela Portaria nº 182/2012 do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), os aquecedores de água a gás passam por rigorosos testes antes de chegar ao consumidor, devendo ainda passar por manutenção anual de rotina. De janeiro a junho deste ano, 18 equipamentos obtiveram o registro na autarquia.

“Após instalado, é recomendável que o aquecedor passe por manutenção anual de empresas especializadas, pois há cabos de conexões que podem se deteriorar com o tempo”, explica o vice-presidente da Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac), Leonardo Tozzi Pinehrio. Durante a compra de um aquecedor de água a gás, o consumidor deve ficar atento se o produto possui o selo do Inmetro e do Organismos de Certificação de Produto. Em caso de dúvidas, é possível consultar o registro do equipamento no site da autarquia: https://www.inmetro.gov.br/registrosobjetos

Testes em laboratórios

Para dar início ao processo de certificação de um aquecedor de água a gás, o fabricante deve entrar em contato com um Organismo de Certificação de Produto (OCP) acreditado pelo Inmetro. Com os dados do produto, a instituição indica um laboratório capacitado para realizar os ensaios técnicos, enquanto realiza a auditoria junto à fábrica.

Entre os testes pelos quais o equipamento passa estão a determinação da potência nominal nas condições-padrão, temperatura da capa e dos controles, estabilidade de queima, temperatura máxima de saída de água, tempo de acionamento do dispositivo de segurança de ignição, marcação e embalagem, estanqueidade da câmara de combustão (aplicável somente para aparelhos com fluxo balanceado), acendimento de aparelhos com chama piloto, apagamento de aparelhos, pressão e vazão mínima de operação para o funcionamento do aparelho, e rendimento.

Também são realizados os ensaios de estanqueidade e avaliação das características higiênicas, que verifica a confiabilidade do gás utilizado e se este possui todos os dispositivos de segurança exigidos pela Portaria do Inmetro nº 282.

Sobre a Abrac

Fundada em 2009, a Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac) reúne as empresas responsáveis pela avaliação da conformidade de produtos, sistemas e laboratórios de ensaio e calibração, acreditados pelo Inmetro e designados pela Anatel, que são oferecidos aos cidadãos, trabalhando em sua inspeção e certificação com o objetivo de informar e proteger o consumidor, em particular quanto à saúde, segurança e meio ambiente; propiciar a concorrência justa; estimular a melhoria contínua da qualidade; facilitar o comércio internacional; e fortalecer o mercado interno, atuando em conjunto com os órgãos reguladores das atividades em âmbito nacional.