Abrac participa do Seminário Implementação de Infraestrutura da Qualidade nos países do Mercosul

Nesta quinta-feira (19/05), a Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac) participou do Seminário Implementação de Infraestrutura da Qualidade nos países do Mercosul, promovido pela Asociación Mercosur de Normalización e da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), em Foz do Iguaçu (PR).

Na oportunidade, o vice-presidente de Produtos da Abrac, Alexandre Xavier, abordou o Sistema de Infraestrutura da Qualidade como ferramenta fundamental para o fortalecimento do setor produtivo brasileiro, destacando a cultura da inovação, visão de futuro e desenvolvimento sustentável.

“Todo o nosso calendário, toda a estrutura em relação a infraestrutura da qualidade, é o mesmo apresentado pelo presidente da ABNT, Mario William Esper, e pelo presidente do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Marcos Heleno Guerson. Somos parte, como avaliação da conformidade, de uma infraestrutura da qualidade que é uma só”, iniciou Xavier.

De acordo com ele, o mundo está em constante mudança e especialistas em diversos fóruns defendem que nunca houve tanta mudança, em tão pouco tempo, como nos dias de hoje, e a avaliação da conformidade pode colaborar através de adequação, como a com a indústria 4.0.

“Nós, da Abrac, entendemos que o Inmetro, com a iniciativa da Infraestrutura da Qualidade, busca um caminho para a nossa sociedade e para o nosso desenvolvimento. O Instituto através da sua atuação em acreditação, metrologia e regulamentação; a ABNT, com o papel fundamental das normas técnicas, base para tudo que aplicamos em avaliação da conformidade; e a Abrac, unindo todas as partes envolvidas com inspeção, ensaios laboratoriais, e certificação; estão juntos trabalhando no Brasil para que a gente alcance esses objetivos dentro do contexto que nós vivemos atualmente na sociedade”, acrescentou o vice-presidente de Produtos da entidade.

Para ele, a Agenda 2030 da ONU e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), são uma base, onde o Brasil é signatário, e a Infraestrutura da Qualidade é um caminho direto para alcançar esses objetivos.

Além disso, Xavier destacou a inovação nos tempos atuais. “Sem uma Infraestrutura da Qualidade, não conseguiremos atingir, no nosso ponto de vista, os grandes desafios relacionados a inovação”, comentou.

Segundo o vice-presidente de Produtos, a Infraestrutura da Qualidade envolve, dentro do Brasil, um trabalho muito extenso em relação a construção de uma Política Nacional de Infraestrutura da Qualidade e, que ainda esse ano, deve ser publicada como um decreto presidencial do País.

“Temos em paralelo o Laboratório de Infraestrutura da Qualidade, que em parceria com o Parque Tecnológico Itaipu (PTI), é localizado em Foz do Iguaçu (PR). Em todas essas iniciativas, que visam aprimorar atuação e conhecimento da sociedade sobre a Infraestrutura da Qualidade, Abrac, ABNT e Inmetro, estão juntos seguindo a mesma agenda, seguindo os mesmos objetivos para que dentro desses três pilares alcancemos o que é esperado dessa iniciativa”, finalizou.

Além de Xavier, também representaram a Abrac: a conselheira, Cleriane Lopes; o vice-presidente de Produtos, Marco Roque; o vice-presidente de Laboratórios, Israel Teixeira; e o vice-presidente de Telecomunicações, Leonardo Tozzi Pinheiro.

Durante o evento, o presidente da ABNT, Mario William Esper, e o presidente do Inmetro,  Marcos Heleno Guerson, receberam o título de Doutor Honoris Causa do Centro Universitário Dinâmica das Cataratas (UDC), entregue pelo pró-reitor da entidade, Fábio Hauagge do Prado.

Fonte: Assessoria de imprensa da Abrac