Abrac participa de reunião sobre Política Nacional da Infraestrutura da Qualidade

Nesta terça-feira (31.08), a Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac) participou de reunião no Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) sobre a Política Nacional da Infraestrutura da Qualidade, em Brasília (DF).

WhatsApp Image 2021 08 31 at 16.15.43

Representando a Abrac, participaram o presidente da entidade, Synésio Batista da Costa; o superintendente, Masao Ito; a vice-presidente de Relações Institucionais, Alessandra Costa; a vice-presidente de Inspeções, Cleriane Lopes Denipoti; o vice-presidente de Laboratórios, Israel Teixeira; os vice-presidentes de Telecomunicações, Fabio Jacon e Leonardo Tozzi Pinheiro; os vice-presidentes de Produtos, Marco Roque, Alexandre Martins, e Marcos Zevzikovas; o conselheiro Kim  Rieffell; e os assessores Jeferson Nardi e Marcos Lima. Pelo Instituto, estavam presentes o presidente Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior; gerente de projetos, Marcos Aurélio Lima; e o assessor da presidência, Marcelo Pagotti João. Também participaram o presidente da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), Mario William Esper e o diretor-geral, Ricardo Fragoso.

“Publicamos uma portaria três semanas atrás, onde a Abrac e a ABNT estarão compondo esse grupo, que vai trabalhar nas propostas de como o Brasil pode ter uma Política Nacional da Infraestrutura da Qualidade”, comentou gerente de projetos do Inmetro, Marcos Aurélio Lima.

De acordo com Lima, a missão dentro do novo planejamento estratégico do Instituto é viabilizar soluções de infraestrutura da qualidade. “Adicionamos qualidade na competitividade para que os produtos utilizados no mercado brasileiro estejam em conformidade”.

Na sequência, o presidente do Inmetro, Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior, destacou que a infraestrutura da qualidade composta por um amplo sistema. “Metodologia, avaliação da conformidade, acreditação, vigilância de mercado e normalização, constituem um sistema. Se não estiverem integrados, não funciona”.

Segundo o presidente do Inmetro, é necessário construir uma Política Nacional da Infraestrutura da Qualidade de Estado, acordada e que tenha aderência todos os setores e atores envolvidos. “Caso haja uma mudança de governo, que não possa ser mexida, pois já vai estar alinhada com comércio, consumidor e governança”.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Abrac