Abrac participa de almoço com entidades para debater o novo marco regulatório do Inmetro

Nesta quinta-feira (08.10), o presidente da Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac), Synésio Batista da Costa participou de um almoço com representantes de entidades de classe para debater assuntos de interesse da atividade, entre eles o novo modelo regulatório do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

No encontro foram apresentadas as iniciativas de desenvolvimento do planejamento estratégico e de modernização do modelo regulatório do Inmetro. “Nós não vamos resolver o problema das empresas, mas queremos ser uma caixa de ferramentas, para oferecer o que o setor produtivo precisa pra poder resolver seus problemas. A nossa grande questão é identificar as melhores ferramentas e entregá-las para todos”, explicou o presidente do Inmetro, Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior.

Segundo o presidente da Associação, reunir representantes de diversos organismos é uma demonstração de que a indústria precisa estar unida. “Não se trata mais de defendermos no Brasil, os interesses da indústria A ou B, precisamos aprender a compartilhar interesses, ou seja, o interesse da Abrac, da Abnt, do Inmetro, da Abinee, da Abrinq (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos), entre outras. Tem que ser do interesse de todos, da sociedade e do consumidor”, declarou.

Além dos presidentes da Abrac e do Inmetro, estiveram presentes o presidente da Associação Brasileira de Normas Técnicas (Abnt), Mario William Esper; o presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Humberto Barbato; o presidente-executivo da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), João Carlos Basílio; o presidente executivo da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia), João Dornellas; o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e presidente da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), José Ricardo Roriz Coelho, e o economista e ex-ministro do Planejamento e o presidente da Associação Nacional das Empresas Administradoras de Aeroportos (Aneaa), Dyogo Oliveira.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Abrac