“A inspeção acreditada é uma forma de garantir segurança, transparência, agilidade e qualidade”

Em entrevista à Abrac, o diretor-geral da Artesp, Milton Roberto Persoli, falou sobre a importância do processo de inspeções acreditadas para obras públicas e a evolução do projeto Rodovia Pipa

Persoli 3

O diretor-geral da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), Milton Roberto Persoli, concedeu entrevista exclusiva à Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac) para falar sobre o trabalho da Agência, que regula e fiscaliza mais de 10,8 mil quilômetros de rodovias paulistas, e da iniciativa de inspeções acreditadas de obras públicas.

Ao longo da entrevista, Persoli destacou que a concessionária Eixo SP foi a primeira a adotar a certificação acreditada no projeto de obras da Rodovia Pipa, localizada entre as cidades de Piracicaba e Panorama, no interior de São Paulo.

Formado em Engenharia de Produção pela Universidade Mackenzie, e pós-graduado em Trânsito e Transportes pela Universidade de São Paulo (USP), o diretor-geral da Artesp possui 40 anos de trajetória profissional e vasta experiência em gestão pública, principalmente na área de transporte e mobilidade urbana.

Leia a entrevista completa:

Abrac – Qual a importância do trabalho da Artesp?

Milton Roberto Persoli – A Artesp tem uma missão muito importante no atual cenário: as concessões rodoviárias – que são um dos projetos mais exitosos do governo. Nosso papel é manter os padrões de fiscalização e regulação dos contratos dos programas de concessões rodoviárias.

Abrac – Quais são os principais objetivos da Artesp no atual cenário?

Milton Roberto Persoli – O objetivo da Artesp, nesse momento, é colaborar e ter uma função estratégica na retomada da economia, principalmente no período pós-pandemia. Os contratos que temos com as concessionárias possuem um processo importante, com alguns passivos regulatórios tanto pró-estado quanto pró-concessionária. Porém, é um papel da Artesp de executar essa regulação. Atualmente, o governo está empenhado na solução desses passivos econômicos financeiros e, para nós, é importante que aconteça para que a gente tenha um contrato saudável.

Abrac – Como avalia a importância da Inspeção Acreditada em obras públicas?

Milton Roberto Persoli – A inspeção acreditada é uma forma de garantir segurança, transparência, agilidade e qualidade nesses processos de aprovação de projetos. Nós estamos nos servindo de uma ferramenta muito importante, principalmente pelo Inmetro, por sua qualidade e dos organismos que são inspecionados e homologados por eles. Então, a Artesp tem o objetivo de buscar esse benefício que a inspeção acreditada possibilita. Isso cria para nós um ótimo ambiente, pois o projeto já vem acreditado pelo Inmetro.

Abrac – O Projeto da Rodovia Pipa é o primeiro a ser trabalhado dentro do escopo da Inspeção Acreditada. Quais são as diferenças para um projeto que não tenha passado por esta inspeção?

Milton Roberto Persoli – Por parte da própria concessionária Eixo SP, tem sido um processo novo. É um sistema que nenhuma outra concessionária já fez. Eles estão apontando, e nós também, as vantagens da evolução de projetos, inclusive os que estão gerenciando junto com as empresas certificadas. Já é possível constatar melhorias que acontecem ao longo dessa realização, e trazem segurança, análise rápida de qualidade e até a alteração, possibilitando uma grande melhoria em soluções de engenharia.

Abrac – A Inspeção Acreditada é um procedimento voluntário. Em algum momento pode passar a ser compulsória?

Milton Roberto Persoli – Acredito que a evolução está caminhando. Não diria compulsório, mas as experiências têm demonstrado serem bastante positivas. Trazer esse selo de qualidade para nós é importante, tanto que me parece que nas próximas concessões vai ser um item colocado como importante a ser seguido pelas concessionárias. Isso está sendo feito de forma inicial pela Eixo SP, e provavelmente nas novas concessões será muito utilizada.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Abrac